Educação Física: responsabilidade x saúde

0

Educação Física é uma das áreas do conhecimento humano ligada ao estudo e atividades de aperfeiçoamento, manutenção ou reabilitação da saúde do corpo do ser humano.

Nós não vivemos bem sem a educação física em nossas vidas, é uma questão de saúde.

A prática de esportes faz com que tenhamos uma melhor qualidade de vida. Ao praticar um esporte expressamos sentimentos, crenças, valores, enfim, nosso modo de sentir e perceber o mundo, proporcionando assim um impacto positivo sobre a educação e vida em sociedade.

Na adolescência os esportes ajudam também na socialização, pois eleva a sua autoestima e também a sua integração em um grupo, além de afastá-los do consumo de bebidas alcoólicas e drogas. Já para os adultos a prática de esportes reduz os riscos de doenças e contribui para uma melhor formação do corpo.

Assim, o esporte traz saúde e bem estar, além de elevar a expectativa de vida, prevenir a pessoa de várias doenças e outros benefícios que vão sendo adquiridos no decorrer do tempo. Correr, malhar e nadar, por exemplo, são ações que serão benéficas para o futuro.

Exercícios físicos são muitas vezes praticados com finalidade estética, buscando a redução do peso corporal. Mas constituem um poderoso instrumento de prevenção de doenças, propiciando o aumento da capacidade respiratória, combate à osteoporose, além de atenuar os índices de estresse e ansiedade, contribuir com a criatividade e a memória, bem como promover a elevação da autoconfiança interpessoal.

Quando realizados dentro do contexto da prática esportiva, favorecem também a interação e a sociabilidade. Em outras palavras, potencializam várias competências essenciais para o bom exercício da liderança, como disciplina, excelência, comprometimento, responsabilidade, ousadia e determinação.

A prática de exercícios adequados às condições físicas individuais e sob orientação de profissionais de educação física qualificados é uma das mais poderosas ferramentas de prevenção e promoção de saúde individual.

Nesse sentido, todo mundo sabe que a atividade física está em evidência por todo o País, mas o que muita gente não sabe é a importância da avaliação médica. Independente da atividade que for praticar, devemos sempre fazer uma avaliação médica, seja na rua ou em qualquer outro local, como clubes, academias ou, até mesmo, dentro do seu prédio ou na sua casa.

Antes de fazer qualquer tipo de atividade física, é primordial passar por uma avaliação física completa. A maioria das academias conta com médicos especializados em Medicina esportiva para aplicá-los e, se for começar a fazer exercícios sozinho, é relevante atendimento médico específico.

Outro tema que merece destaque são os suplementos nutricionais atuais que contém nas suas fórmulas inúmeras substâncias, nem todas lícitas e seguras, para serem ingeridas sem recomendação por especialistas. A suplementação requer atenção especial sempre.

De um modo geral, os suplementos são utilizados pelos praticantes de atividade física com objetivos claros de otimizar a performance, como: melhorar o desempenho esportivo, fornecer nutrientes ao organismo, atendendo às necessidades aumentadas pelo exercício, compensar dietas ou hábitos alimentares inadequados, suprir as necessidades de vitaminas e minerais nas dietas para redução de peso.

Para atingir esses objetivos, a suplementação alimentar deve ser feita sob a supervisão de um profissional qualificado, visto que o suplemento por si só não produz resultados. Para alcançar resultados concretos, é preciso que seja acompanhado de um programa nutricional e de treinamento. Também é importante conhecer a composição e a procedência do produto a ser utilizado.

Enfim, educação física pode levar muito mais do que se imagine. Cobre na sua escola, na escola de seus filhos e na sua comunidade aulas de educação física realmente boas! Valorizar a educação é valorizar sua saúde.

Compartilhe saúde: